Dâmaso Afonso – Troféu Honra do Amadora BD 2016

O maior festival nacional de quadradinhos, o Amadora BD, instituiu como seu31-da-1-foto prémio máximo o Troféu  Honra. Segundo o respectivo Regulamento, destina-se a galardoar anualmente uma entidade ou personalidade que, pelo seu trabalho e dedicação, se tenha destacado na área da Banda Desenhada. O prémio é atribuído por deliberação da Câmara Municipal da Amadora, mediante proposta da direcção do Festival e o seu titular apenas é divulgado na cerimónia de entrega de prémios, que se realiza sempre no segundo sábado do evento.

Assim aconteceu em 2016, tendo sido distinguido Dâmaso Afonso.

António José Dâmaso Afonso, alentejano, nasceu em Évora a 11 de Janeiro de 1931. Cursou a Escola Industrial e Comercial Gabriel Pereira, na sua cidade, e começou a carreira profissional como escriturário, convertendo-se mais tarde em desenhador na Direcção de Estradas do Distrito de Lisboa, depois num gabinete de Arquitectura e finalmente na Sorefame.

Entretanto publicou anedotas ilustradas no Sempre Fixe (1951), assim como em O Mundo Ri, assinando aqui também com o pseudónimo “Tony”.

Colaborou no jornal Democracia do Sul (1955) e mais tarde em Itinerário (Boletim da Casa do Pessoal da Junta Autónoma de Estradas), no Boletim Informativo do Clube Sorefame e em D. Quixote, suplemento literário inicialmente do Jornal de Évora e depois do Diário do Sul.

Ilustrou uma história para o jornal da J.O.C. e, para o Exército Português, forneceu muitos desenhos respeitantes a ginástica, atletismo, luta livre, lançamento de granadas, etc., destinados a ilustrar livros dos cursos de sargentos e oficiais, a partir de 1959.

É coordenador e redactor do suplemento e rubrica ocasionais sobre BD no Diário do Sul, com a epígrafe O Cuco, desde 1994.

31-da-2-ag

Foi recentemente eleito presidente da Assembleia Geral do Clube Português de Banda Desenhada, associação que há muito acompanha de perto. Costuma elaborar os cartazes anunciadores dos frequentes eventos culturais do Clube.

31-da-3-premio-bd

Tenho por Dâmaso Afonso amizade e admiração. O relacionamento com a personalidade tranquila e segura que ele sempre representou é fácil, genuíno e permanente. Fico feliz pela justeza do galardão com profundo significado que lhe foi atribuído, como reconhecimento de uma carreira em que os quadradinhos encontraram, e encontram, um fidelíssimo e persistente cultor.

31-da-4-premio-1

Congratulo-me pelo prémio com que o Amadora BD em boa hora decidiu distinguir Dâmaso Afonso, a quem envio um forte e sincero abraço de parabéns, de alentejano para alentejano.

António Martinó de Azevedo Coutinho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s