Literacia ambiental

Este notável texto de Viriato Soromenho-Marques, para além da sua qualidade interventiva, evoca gratas memórias pessoais. Durante a década portalegrense em que coordenei o Festival Ambiente, oportuna e inteligente iniciativa do então presidente da Região de Turismo do Norte Alentejano, Ceia da Silva, pude contar entre muitas outras individualidades com o autor do presente artigo, com José Correia da Cunha e com Luísa Schmidt. Esta feliz coincidência, onde se reúnem três nomes incontornáveis da crónica nacional das lutas ecológicas, recupera uma questão do quotidiano agora reactivada pela entrada em vigor do acordo climático de Paris.

Amanhã mesmo em Marraquexe, Marrocos, delegações dos países signatários vão iniciar a discussão e a redacção das regras comuns para aplicação do acordo. Esta tarefa não vai ser fácil, pelo que é louvável tudo aquilo que possa contribuir para amplificar os ecos de uma luta urgente em nome da própria sobrevivência futura da Humanidade.

06-literacia-ambiental-dn-02-novembro-16

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s