As próximas edições de Tintin

Tintin no País dos Sovietes é o único álbum de Tintin que, oficialmente, só está hoje disponível na sua versão em preto e branco. Publicada em 1929, a história permaneceu apenas no original do Le Petit Vingtième até 1973, até aí se mantendo como  marca e imagem do nascimento de Tintin.

Com um prazer quase infantil, guiado pelo espírito do jogo e pela velocidade do desejo Hergé brincou com o leitor nesta autêntica perseguição desenhada, onde aviões, carros, comboios, lanchas e motos giram em velocidade máxima.

Relativamente inexperiente no género, Hergé nunca poderia então supor que tinha criado um herói que se tornaria universal e lendário ao longo das suas vinte e quatro aventuras pelo mundo do seu tempo…09-tintin-capa-1

Dotado pelo autor de uma entusiástica energia, Tintin revelou logo a sua personalidade física quando dirigiu um poderoso descapotável. Querendo exprimir a velocidade, Hergé levantou uma mecha do seu cabelo… para sempre. E esta foi a capa escolhida para a edição colorida, criada a partir de uma imortal vinheta a preto e branco…

Embora esse projecto pioneiro não estivesse ainda inserido na perfeição do posterior estilo linha clara, o jovem autor de 21 anos demonstraria já nessas imagens a sua capacidade narrativa. A sensação dinâmica de movimento, o controlo na sequência das páginas e o design na construção gráfica expressam esse talento de contar histórias aos quadradinhos, que vai fazer de Hergé um grande mestre da BD.

O polémico tema encomendado pelo Abade Wallez, seu patrão no jornal, permitiu-lhe ser visionário e humorista, segundo a tónica dominante na época. Página após página, as interpretações pessoais dos excessos e encenações do regime comunista transformam-se em exageradas paródias críticas. Algumas sequências satíricas, que simulam eleições democráticas, a miséria e a fome ou a visita a uma fábrica de faz-de-conta, encenada para a imprensa ocidental, parecem justas ou exageradas na sua impertinência, alguns anos depois da queda do Muro de Berlim, conforme o ponto de vista político.

09-michel-bareau

A actual aplicação da cor vai amplificar a legibilidade da história, a clareza dos desenhos e surpreenderá pela sua modernidade, como se tivesse sido elaborado um novo álbum. O delicado trabalho foi confiado, no enquadramento dos Estúdios Hergé, ao desenhador Michel Bareau, assistido por Nadège Rombaux.

Este 25.º volume das aventuras de Tintin estará nas livrarias em 11 de Janeiro de09-tintin-capa-2 2017, meses antes da comemoração do centésimo aniversário da Revolução de Outubro …

Vai ser editado um volume paralelo, e esta é a novidade mais recente do evento. Obedecerá ao formato da primeira edição em álbum (número especial de Natal do Petit Vingtième) e disporá da capa original de Hergé. Será ainda completado por um estudo inédito de 16 páginas elaborado por Philippe Goddin.

Esta será uma verdadeira edição de coleccionador.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s