mil novecentos e sessenta e um – dia 358

1961358-domingo-24

Véspera de Natal em família. Como é bom!

Telefonei ao meu irmão a quem ainda não tinha dado a feliz notícia da minha disponibilidade. Podia ter aproveitado passar mais alguns fins de semana com ele, a Tininha e o Luís Filipe mas a verdade é que a minha disposição de espírito em Mafra esteve sempre muito longe de ser a melhor. Mas isso é um pesadelo já passado.

Pesadelo ainda presente é o da Índia. A este propósito, se por acaso estivesse algo pesaroso com a Rabeca pelas razões que aqui fui relatando, o exemplar que ontem me ofereceram tinha bastado para me reconciliar. É de uma enorme dignidade o conteúdo de um jornal que até se orgulha do seu republicanismo de oposição. Portugal não pereceu! – é este o seu grande título na primeira página. Logo por baixo está um excepcional artigo, Índia Portuguesa, da autoria do notável cidadão e militar que é o coronel Jorge Velez Caroço. E há ainda os votos de Boas Festas, com tal qualidade que não resisto a recortar o texto e colá-lo aqui como arquivo para o futuro.

358-bf-rabeca

Fora isto, já importante, fiquei a saber que o Desportivo conquistou há dias mais uma vitória sobre o Estrela, desta vez por 2-0, que houve festas de Natal na Sociedade Corticeira Robinson e na Cooperativa Operária, assim como o facto de finalmente, meses depois, estar disponível um novo motor para fornecer luz eléctrica à Estação de Caminho de Ferro de Portalegre. Não era sem tempo!

Ainda a propósito de futebol, hoje mesmo o Desportivo foi a Elvas onde ganhou por 6-3. Foi extraordinária a carreira do meu clube local nesta época!

Mas a Índia domina tudo. Que continua a resistência aos invasores indianos por parte de portugueses refugiados na floresta, que foi heróica a luta da guarnição do aviso Afonso de Albuquerque e que as tropas de ocupação encontram imprevistas dificuldades. As fontes, no entanto, não confirmam em absoluto estes factos, pois até uma nota oficial do SNI reconhece desconhecer, por enquanto, a situação dos portugueses no Estado da Índia.

Continuam as reacções de protesto por todo o País.

No Congo, entretanto, Adoula acusou Tschombé de trair o acordo feito entre ambos, pela que a guerra do Katanga continua.

Surpresa, mais uma bela surpresa, quase mesmo uma prenda nesta véspera de Natal, é outro desenho de Fernando Bento no DL. O pretexto é o do costume, o teatro, mas desta vez a cena tem movimento, parecendo cada vez mais um quadradinho das inesquecíveis histórias publicadas nas páginas do Diabrete.

358-fernando-bento

Aqui ficou na página de hoje, muito ilustrada.

Amanhã, dia de Natal, não se publicam jornais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s