mil novecentos e sessenta e quatro – dia 364

1961364-sabado-30

E assim chegámos num abrir e fechar de olhos ao final deste agitado ano. Agitado para o país e agitado para mim. Por muitos anos que viva nunca mais esquecerei 1961…

Hoje não houve Distrito de Portalegre mas a Voz Portalegrense foi publicada. Fico a pensar em como são importantes os jornais da nossa terra, especialmente quando estamos longe desta, porque constituem uma espécie de cordão umbilical. Mesmo quando pouco ligam, ou pouco nos ligam, à terra, como por vezes acontece. Infelizmente.

Porém, o grande e incontornável tema deste final de ano continua sendo a Índia. 

Chegaram mais refugiados portugueses a bordo de um avião procedente de Karachi. Entre estes vieram alguns marinheiros que assistiram aos combates a bordo de um navio liberiano, cujo comandante se recusou a entregá-los aos indianos. Ao começo da noite terá chegado o paquete Índia, com centenas de refugiados portugueses. Temos agora obrigação de encontrar soluções para o refazer da vida de todos eles. 

Entretanto está a ser preparada uma grande manifestação em Lisboa na próxima quarta-feira, quando Salazar vai proferir um discurso sobre a invasão da Índia. Acho que vão partir aqui de Portalegre algumas camionetas com pessoas interessadas. De borla.

O Diário de Lisboa de hoje é enorme, com 48 páginas, mas a maior parte são anúncios e um suplemento com diversos balanços do ano que está a findar.

Achei graça ao facto de um título grande na primeira página dizer que o reconhecimento da importância de Portugal na NATO é uma condição fundamental nas negociações sobre a base dos Açores. Ora este argumento é rigorosamente diferente da espécie de ameaça bacoca que antes tinha sido invocada…

Quanto aos balanços anuais achei um particularmente curioso porque diz respeito a um assunto que sempre me foi interessando: a corrida ao espaço entre a Rússia e os Estados Unidos da América. Veio publicado um quadro interessante que não resisto a recortar e colar aqui, para mais tarde recordar.

364-corrida-espacial

Que outras curiosidades devo anotar? Que os americanos vão gastar biliões de dólares e terão de ultrapassar uma enorme confusão como preço para adoptarem o sistema métrico decimal. Que vamos ter cinco eclipses em 1962, três da Lua e dois do Sol, mas para nós vão ser todos parciais. Apenas.

O balanço que para mim tem mais interesse é o do ano pedagógico, porque sou professor e também porque o artigo é assinado por Calvet de Magalhães. Este começa por citar uma afirmação do ministro eng. Leite Pinto: A Pátria Portuguesa -Pátria livre de homens livres!- só será forte com uma educação forte!. Ora aqui está uma frase bonita, mas acho que é apenas uma frase. E não digo mais nada sobre isto.

O artigo é longo, com quase uma página e meia, e um dos seus motivos de interesse consiste num completo esquema contendo a planificação do ensino português. Só não o corto para aqui colar, porque prefiro guardar o artigo completo nos meus arquivos.

Para completar esta breve revisão dos muitos balanços do ano que o DL traz, fico-me pelo da televisão, do qual recorto dois quadros, um sobre as transmissões directas de 1961 e outro sobre a quantidade de assuntos tratados.

364-tv

Aqui ficam os assuntos mais importantes. Assistimos a 7 transmissões directas, a 45 filmes, a 49 peças de teatro, a 50 espectáculos de variedades e a 222 programas sobre desporto. Somos um país desportivo por excelência!?

Dá vontade de rir, mas é um riso amarelo, tom pouco próprio para terminar o ano, porque preferia o cor de rosa.

Porém, os cinzentos com tendência para o negro predominam…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s