Hergé, Tintin e a Medicina – vinte e dois

Natureza humana

Apesar de se tratar de histórias em princípio criadas para as crianças há várias referências a temas considerados quanto ao público jovem como a morte e o suicídio, o que está contido no quadro 42. As três personagens principais são os que mais partilham estas dolorosas e reflectidas experiências, como é mostrado no quadro 43.

As situações de medo vividas pelas personagens das aventuras de Tintin são sumariadas no quadro 44.

Deve-se considerar o cachorro Milou como uma personagem dotada de “sentimentos” quase humanos pois sente, sofre e padece de fome muito para além do seu instinto animal. Na verdade, a sua “inteligência” salva em mais de uma situação difícil Tintin e o capitão. Lembre-se que nos primeiros álbuns Milou mantinha certo diálogo oral com Tintin. O amadurecimento da série e a aparição de Haddock minimizaram o seu papel, mas nunca o sentido comum deste “Sancho Pança” das aventuras de Tintin.

Fenómenos físicos e “forças ocultas”

Hergé gostava muito do universo das “forças ocultas”. No quadro 45 são detalhados os diferentes episódios onde se reflectem motivos de alguma premonição por parte das personagens. Em contraste, o autor belga documentava-se excelentemente e explicava, na maioria dos casos, os fenómenos físicos e científicos com bastante verossimilitude, como se pode apreciar no quadro 46, cuja percentagem se detalha no quadro 47.

A análise descritiva dos personagens principais

O gráfico seguinte mostra o número total de eventos das três personagens principais em relação a três grupos de variáveis:

– doenças, lesões e acidentes sofridos nas suas aventuras, incluindo as que ocorreram em situações ambientais extremas e contabilizando as suas relações com o pessoal e as instituições de saúde, assim como o uso de medicamentos.

 – O estilo de vida, hábitos de saúde e consumo de álcool, tabaco e drogas.

– Outros aspectos reflectidos na natureza humana: morte, suicídio, medo, riso, etc. Embora todos os dados sejam registados em conjunto, é evidente o contraste entre Tintín e Haddock com um número mais significativo de eventos relacionadas com os hábitos de saúde do capitão (neste caso perniciosos) em comparação com o seu amigo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s