1917 – Há cem anos – quarenta e três

Pelo mês de Outubro de 1017, continua a troca de bilhetes e cartas entre o capitão José Cândido Martinó, na frente da Flandres, e a filha Benvinda, em Portalegre.

1 de Outubro – “França. Deverás alternar a fosfiodoglicina com o xarope iodotónico“.

Em 1 de Outubro, a Ordem da 1.ª Brigada de Infantaria da 1.ª Divisão determina que, até novas instruções, a banda de música tocará no Quartel General todas as 5.as feiras e domingos, das 14 às 16 horas.

2 de Outubro – “França. Manda dizer se já estás completamente restabelecida. (…) Pelas prendas, podes avaliar um pouco por onde tenho andado. O tempo continua magnífico“.

3 de Outubro – (dois postais) “França. O Avozinho há-de comprar e enviar-me, logo que haja à venda, uma agenda de algibeira – Edição Gonçalves, para 1918 (capa de oleado preto). (…) Já dão 20 dias de licença e com mais algumas vantagens, mas ainda não tomei uma resolução definitiva acerca de tal assunto. O tenente Maltez ainda não chegou.” “França. A tal agenda encontra-se à venda no Tiago Morgado. Ontem partiu para aí um músico de licença, mas não levou nada. O tempo, que  tem estado lindíssimo, apareceu hoje muito invernoso”.

22 de Setembro – Portalegre: “O Papá tem-se divertido muito em França; quase todos os dias grandes passeios, concertos e muitas coisas mais. Já sei que está mais gordo; eu também, segundo dizem, bastante crescida. (…) O tempo tem estado muito quente; as feiras estiveram muito animadas“.

26 de Setembro – Portalegre: “O tempo continua bom, mas muito quente.”, visado pela Censura.

4 de Outubro – “França. Tive ordem para música mas como o tempo estava mau ficou sem efeito e aproveitei a ocasião para passear. (…) Não entreguem nada a um músico que aí foi de licença para casar“.

5 de Outubro – “França. Hoje houve uma grande festa. Fiquei conhecendo mais uma village. Há sete anos estavas tu em Gião. Escrevi hoje ao Chambel e ao Cap. Piedade a quem também agradeci os parabéns que me enviou a propósito do teu exame“.

“No dia 5, comemorando o aniversário da República, o general Tamagnini passou em revista as Forças Portuguesas da retaguarda, havendo grande entusiasmo e assistindo vários oficiais ingleses” assim se relatou em História da Guerra Europeia.

29 de Setembro – Portalegre: “Na 5.ª feira passada estive em casa do Sr. Tenente Maltês, a despedir-me; dei-lhe um abraço e muitos beijos para ele os entregar aí ao Papá; creio que ele cumprirá o meu pedido. (…) Não tornei a sentir dores nas pernas e nos braços“.

6 de Outubro – “França. O tempo tem estado bastante mal. Ainda não vi o tenente Maltez. É natural que amanhã ou depois eu me encontre com ele“.

7 de Outubro – “França. Chegou hoje o tenente Maltez e deu cumprimento ao teu pedido, que eu muito agradeço. Como hoje choveu bastante, não houve música e aproveitei o tempo para dar um passeio de automóvel para assim melhor entreter o tempo“.

Na edição de 7 de Outubro do jornal “O Distrito de Portalegre”, o músico militar J. Vieira (Oádis) assina um artigo publicado na 1.ª página, intitulado “França. Rouen”, onde descreve a impressão causada por esta grande cidade francesa, próxima de Paris. E termina: “Oh, a França, o país da crença, da arte, da liberdade, do amor...” O estilo do texto e alguns tempos verbais usados revelam que o autor já não se encontra na Guerra…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s