As duas Portalegre’s

Lembrei ontem, como aliás aqui faço com frequência, a cidade brasileira de Portalegre, que há anos me honrou com a distinção de cidadania, título assumido com orgulho que não escondo.

Essa outra minha cidade, no magnífico interior serrano do Rio Grande do Norte depois do árido sertão, viveu no dia da sua Padroeira a grande e tradicional veneração.

Disso deu o amigo Afrânio Gurgel uma explícita conta, pois pudemos assistir, pelo directo que os utilitários sistemas de comunicação on line permitem, à cerimónia religiosa onde teve intervenção outro saudoso amigo, o padre Dário Torboli. Também houve, mais tarde, a disponibilidade de um vídeo da procissão entre a Igreja e a Casa de Cultura, bem como de fotografias de diversas outras solenidades do dia.

Pude igualmente registar com agrado a nota que a Prefeitura Municipal de Portalegre RN colocou nas redes sociais a propósito da efeméride, onde se destaca a alusão toponímica à cidade portuguesa com o mesmo nome, como tal usada pelo Fundador, que ali vivera com o pai, também juiz, e bem conhecia as familiares semelhanças da comum paisagística montanhosa.

Espero que a Portalegre alentejana, ligada à sua “gémea” brasileira por laços de uma amistosa e justificada geminação, não se tenha esquecido de explicitar as devidas e oportunas felicitações…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s