Educar para não afogar

PORTALEGRE RN: O Corpo de Bombeiros realiza o Projecto Kim na Escola nas instituições de ensino municipal, com o objectivo de ensinar as crianças a comportarem-se diante das águas e prevenir afogamentos.

Foi realizada durante o dia de 14 de Maio uma série de palestras para todas as creches e escolas municipais do município de Portalegre/RN, com o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN), sendo as palestras comandadas pelo Capitão Joilton Carlos Medeiros da Cunha e demais policiais do Batalhão de Pau dos Ferros. Para o responsável “é fundamental que a cultura de prevenção ao afogamento seja praticada em todos os momentos, pois só com prevenção podemos evitar os afogamentos”. Acrescente-se que existem outros projectos sociais similares como o Surf Salva, o Bombeiro Amigo do Peito ou o Bombeiro Mirim.

Com o tema “Prevenção a Afogamentos”, a acção faz parte do Projecto KIM na Escola, em parceria com a Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (SOBRASA).

O Projecto Kim é realizado nas escolas, sendo o público-alvo os alunos (5 a 12 anos de idade) do 1.º ao 5.º anos do ensino fundamental e creches municipais.

O objectivo do trabalho é o de educar as crianças, usando a linguagem específica para a idade, sobre como devem comportar-se diante das águas e, com isso, reduzir os óbitos por afogamento no Estado.

Perante esta notícia, inserida na constante dinâmica vivida nas escolas brasileiras do ensino fundamental, que corresponde à nossa escolaridade básica, apetece perguntar por que entre nós -e estou a pensar sobretudo nas zonas costeiras- não se pratica sistematicamente uma sensibilização similar.

Agora, quando até se pretende iniciar os mais pequenos alunos na pedalada ciclista, talvez esta iniciativa devesse ser prioritária…

Pela dignidade das Ciências Sociais e Humanas no Brasil

Carta aberta pela dignidade das ciências sociais e humanas no Brasil
Para: Autoridades responsáveis pela política científica do Brasil

CARTA ABERTA PELA DIGNIDADE DAS CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS NO BRASIL, EM SOLIDARIEDADE COM COLEGAS E INSTITUIÇÕES, E EM REPÚDIO DA POLÍTICA DE ASFIXIA MORAL E FINANCEIRA.

A Sociedade Portuguesa de Filosofia, a Associação Portuguesa de Sociologia e a Associação de Portuguesa de Antropologia têm acompanhado, com apreensão cívica e consternação intelectual, a degradação profunda da situação pública a que estão a ser sujeitos nas áreas científicas que representamos colegas do Brasil, suas instituições e mecanismos de trabalho.

Repudiamos a recriminação ideológica e desqualificante de colegas por serem historiadores, filósofos, sociólogos, antropólogos, ou, de forma mais genérica de Humanidades e Ciências Sociais. É uma gravíssima cedência ao obscurantismo e que ganha contornos persecutórios civicamente inadmissíveis ao ser protagonizada pelos mais altos responsáveis do governo federal do Brasil, a começar pelo próprio Presidente da República e pelo próprio ministro que tutela a ciência.

Como notava um dos mais prestigiados e influentes intelectuais que o Brasil deu ao mundo, Paulo Freire, o óbvio tem de ser repetido, por óbvio que seja, para que não seja esquecido. Não há sociedades livres sem pensamento livre e não há pensamento livre limitando, condicionando ou vigiando a actividade científica das Ciências Sociais e Humanas.

Vimos assim, os abaixo-assinados, instar as autoridades responsáveis no Brasil a que, com a máxima urgência, seja interrompido o bloqueio orçamental à Universidade Federal da Bahia (UFBA), à Universidade Federal Fluminense (UFF) e à Universidade de Brasília (UnB), bem como a asfixia moral, política e financeira em curso das actividades docentes, de investigação e de transferência de conhecimento nas áreas científicas das Ciências Sociais e Humanas.

Convidamos à subscrição pública desta carta aberta instituições, colegas, cidadãos.

Associação Portuguesa de Antropologia (APA)
Associação Portuguesa de Sociologia (APS)
Sociedade Portuguesa de Filosofia (SPF)

Maio 14, 2019 6:47 pm
Governo Federal

Bolsonaro ordenou que ministro suspenda cortes nas universidades,
dizem deputados; Casa Civil nega

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) determinou que o ministro da Educação Abraham Weintraub suspenda os cortes nos orçamentos das universidades federais. A informação foi repassada pelo deputado federal Capitão Wagner (Pros) e confirmada pelo líder do PSL na Câmara, deputado Delegado Waldir.

A Casa Civil e o Ministério da Educação, todavia, negaram a suspensão dos representamentos de recursos. Segundo as pastas, o contingenciamento segue.

De acordo com Wagner, que participou de reunião com Bolsonaro e outros líderes partidários nesta tarde, o presidente telefonou para Weintraub e exigiu que o ministro desfaça o congelamento das verbas de custeio das instituições, feito após recomendação do Ministério da Economia.

Apenas no Ceará, R$ 108 milhões foram retidos pelo MEC, atingindo UFC, UFCA, IFCE e Unilab.

Ainda de acordo com Wagner, o presidente também ordenou que o ministro da Educação realize colectiva e informe que o contingenciamento foi desfeito.

A decisão de Bolsonaro foi tomada logo depois que a Câmara aprovou por 307 votos a 82 a convocação de Weintraub para explicar os cortes nos orçamentos das federais.

O ministro é esperado amanhã na Casa, mesmo dia em que estão previstos actos organizados por entidades ligadas à educação, além de professores e estudantes das redes públicas e privadas.

NOTA DO BLOG – OXALÁ ESTA NOTÍCIA SEJA CONFIRMADA!

Feira da Agricultura Familiar em Portalegre RN (Brasil)

FEIRA DA AGRICULTURA FAMILIAR PORTALEGRE RN

A feira é realizada todos os domingos a partir das 07h00 ao lado da Casa de Câmara e Cadeia numa estrutura montada pela Prefeitura de Portalegre RN. Durante a feira são comercializados produtos da terra produzidos pelas famílias e agricultores do município.

Hoje, 12 de Maio, Dia das Mães, vai ser sorteada uma cesta, oferecida pelos feirantes com os produtos por eles comercializados, entre as mães presentes na feira. Estará presente também uma emissora de televisão realizando matéria sobre a feira com os comerciantes, produtores e colaboradores da realização da feira todas as semanas.

ÚLTIMA HORA – Pelas sugestivas imagens colhidas na Feira da Agricultura Familiar de hoje, em Portalegre RN, bem pode perceber-se a riqueza, variedade e afluência. Um êxito comunitário a imitar por cá… 

Nova Praça de Eventos em Portalegre (do Brasil)

PREFEITURA DE PORTALEGRE INICIA OBRAS DA PRAÇA DE EVENTOS

 Há escassos dias, em 23 de Abril, foi dado início a uma importante obra de infraestruturas para a cidade de Portalegre RN, que está a modernizar-se a um ritmo impressionante.

A futura Praça de Eventos, além de ser um local adequado para qualquer realização pública de relevo, será um permanente espaço comunitário de convivência, lazer e prática de desportos.

Estiveram presentes no simbólico pontapé-de-saída o arquitecto Ed Rogers, autor do projecto, o prefeito Manoel de Freitas Neto, o mestre de obras Elieudo Feitosa, o topógrafo Adeilton Cunha e o representante da empresa responsável pela execução Raniere, além de outras pessoas que participarão da importante obra.

Portalegre RN no Brasil, a irmã gémea da Portalegre portuguesa, caminha a passos largos e seguros no rumo do progresso.