Um iluminado

 27 litoral

O senhor Raul Martins assumiu este ano a liderança da Associação da Hotelaria de Portugal. O senhor Raul Martins representa 600 associados e mais de 60% do número de quartos dos hotéis do país. O senhor Raul Martins sente-se com o rei na barriga e acha-se no direito de arrotar postas de pescada. O senhor Raul Martins concedeu uma entrevista ao jornal Público anteontem mesmo divulgada.

Entre outras pérolas, o senhor Raul Martins debitou estas:

O turismo faz-se num local onde há algo de que se possa desfrutar. As pessoas não fazem ski no Verão. Estamos sempre a cometer erros, como construir autoestradas no interior para incentivar investimentos…

27 raul martinsO que é que pode reter as pessoas ali? Só aspectos diferentes. A neve, o sol e mar, a parte histórica, isso interessa às pessoas. Se o Museu do Azulejo estivesse numa cidade do interior não iriam lá tantas pessoas. Às vezes esta vontade de que no interior se criem condições para atrair pessoas é uma utopia. E Portugal é muito padrinho da utopia.

Não é um problema. É o que é. Por que é que hão de viver tantas pessoas no interior como no litoral, quando o litoral é melhor?

Usando uma lógica de troglodita, o senhor Raul Martins até pode achar que é uma lástima que a neve não caia nas praias ou que as autoestradas se virem para a Europa quando deviam ser apenas marginais costeiras. Ou que o Templo de Diana tenha sido construído pelos romanos em Évora, quando em Cascais é que ficaria a matar. Na sua imensa sapiência apenas se esqueceu do ski aquático, em pleno Verão.interior litoral público 26 julho

A parte histórica do país deveria concentrar-se toda na orla marítima e será melhor começar a ser desmantelado quanto antes o Castelo de Guimarães em peças de lego para remontar em Vila do Conde.

Criar condições de vida no interior para atrair as pessoas é uma utopia. Quando muito instalem por lá os lares da terceira idade, porque os velhos não se queixam de ser expulsos da civilização. Com efeito, como tão convictamente proclama o senhor Raul Martins, por que hão-de viver tantas pessoas no interior se o litoral é que é bom!?

O senhor Raul Martins deve viver no Uzbequistão e está longe da realidade portuguesa. Por isso ainda não percebeu que infelizmente o litoral apenas é melhor porque muitos dos nossos políticos leram nessa sua cartilha, como livro único, e desde há muito.

O senhor Raul Martins, que deve perceber imenso de quartos e de menus de hotéis mas ignora quase tudo o que se passa para fora dos balcões de recepção, apenas revela, de ciência certa, que se a sua avozinha tivesse rodas seria uma camioneta.

Uma camioneta para transportar turistas do aeroporto para os hotéis. No litoral, como é óbvio.

 Zé Indígena Interior da Silva

Uma nova vacina?

17 vacina

Um estudo científico recente, realizado por uma conceituada universidade portuguesa, concluiu que a ingestão moderada de vinho tinto, linguiça, chouriço, paio e panito, tudo alentejano, reduz em praticamente 100% o risco de o consumidor desta dieta poder vir a tornar-se um terrorista islâmico.

O ministério competente estuda a possibilidade de tornar este tratamento preventivo obrigatório tão brevemente quanto os fornecedores envolvidos consigam disponibilizar, e garantir, as quantidades necessárias.

acto de contrição

egas moniz 001 a

Senhor engenheiro seleccionador e homem verdadeiro
Por serdes sumamente competente e digno de ser admirado
Sobre todas as calúnias invejas e intrigas
Porque no fundo vos estimo no seio de todos os futebóis
Pesa-me senhor de todo o coração ter-vos ofendido
Quando ri a bandeiras despregadas e em público o fiz
Perante a vossa certeza de à Pátria apenas regressardes após a final
De todas estas europeias pelejas
Ri de vós alarvemente e disso humildemente me arrependo
Por isso como o sábio Egas fez junto de outro poderoso soberano
Perante vós descalço e de corda ao pescoço
Vos imploro perdão
Proponho firmemente ajudado pelo auxilio da vossa humana graça
Nunca mais tornar a ofender-vos
Especialmente se já agora ganhardes a próxima final de Paris
Espero alcançar o perdão das minhas culpas
Pela vossa táctica sabedoria

Homem