como a cidade de Peniche pode vir a ser riscada do mapa (lagarto, lagarto!)

O aquecimento global é uma ameaça séria, especialmente em Portugal

Em Portugal, 24 cidades poderão sofrer redução significativa ou mesmo desaparecer por causa do aquecimento global Não há como negar e as evidências são cada vez maiores: o aquecimento global está a provocar o degelo do Árctico e a subida do nível médio da água do mar. Sendo Portugal um país com uma frente marítima imensa e com a população a concentrar-se especialmente no litoral, são muitas as cidades em risco de ser inundadas, em maior ou menor escala, total ou parcialmente. A situação é bem mais grave e séria do que se pensa. O degelo do Árctico está a avançar a um ritmo mais rápido do que os cientistas calcularam inicialmente. Uma subida de 3, 4 ou 5 graus centígrados causada pelo aquecimento global pode levar a um aumento, subida, de até 7 metros no nível da água do mar. As imagens apresentadas neste videograma foram elaboradas tendo como previsão esse aumento de 7 metros, algo que pode acontecer até 2050.

24 cidades irão sofrer perdas ou desaparecer por causa do aquecimento global. 1. Vila Real de Santo António 2. Faro 3. Olhão 4. Portimão 5. Lagos 6. Tróia 7. Setúbal 8. Costa da Caparica 9. Barreiro 10. Moita 11. Montijo 12. Peniche 13. Nazaré 14. Figueira da Foz 15. Montemor-o-Velho 16. Ovar 17. Espinho 18. Aveiro 19. Matosinhos 20. Vila do Conde 21. Póvoa de Varzim 22. Esposende 23. Viana do Castelo 24. Caminha.

Há mais cidades em Portugal afectadas pelo risco, nas regiões metropolitanas de Porto e de Lisboa, sobretudo devido à subida das águas do mar no interior do leito dos rios Tejo e Douro: Lisboa, Cascais, Oeiras, Loures, Gaia e Porto.